Sema habilita Colíder para realizar fiscalização e licenciamento ambiental de baixo impacto

A descentralização dos serviços ambientais visa desafogar os trabalhos da Sema

Por Da Redação com Assessoria 09/04/2019 - 16:16 hs
Foto: Assessoria

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Meio Ambiente de Colíder está se adequando para atuar na realização de atividades de licenciamento, monitoramento e fiscalização ambiental de baixo impacto ou impacto local, conforme estabelecido na Lei Complementar nº 140/2011do Governo Federal.

A informação é do secretário da pasta, Ronaldo Vinha, que esteve reunido na semana passada, em Cuiabá, com a secretária adjunta de Gestão Ambiental da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) em busca de mais informações sobre o processo de habilitação.

O município passa a licenciar atividades econômicas como granjas de suínos e aves de pequeno porte, piscicultura, clínicas médicas e odontológicas, pequenas indústrias e demais atividades previstas na Resolução 85/2014 do Conselho Estadual do Meio Ambiente. 

Vinha comenta que o governo municipal já recebeu da Sema uma motocicleta, dois GPS com câmera digital e uma trena. “Nos próximos dias será entregue um barco com motor e técnicos da nossa pasta serão capacitados para exercer as novas funções”, acrescenta o secretário.

A descentralização dos serviços ambientais visa desafogar os trabalhos da Sema. “Isso facilita principalmente a vida dos moradores de Colíder, que não precisarão mais ir à capital em busca dos serviços ambientais. Estamos trabalhando para oferecer um trabalho de qualidade”, pontua Ronaldo Vinha.